O Guia Completo sobre Google Analytics [ Atualizado ]

Certamente você já deve ter ouvido falar sobre o Google Analytics, e dentro desse artigo abordei Tudo que aprendi ao longo desse tempo sobre essa Poderosa Ferramenta, que tem aperfeiçoado 90 % dos projetos na Internet.

Google analytics vem da Língua Inglesa como, Analise do Google, Rastreamento e aperfeiçoamento de tráfego e pesquisas relacionadas à dúvidas de usuários, seja Tráfego Ôrganico, Direto, através de Mídias Sociais.

Fazendo todas as respectivas tarefas de maneira rápida e facilitando todo trabalho de um Administrador de Sites.

Índice do Artigo :

  1. Crianto Conta no Analytics
  2. Configurando Google Analytics
  3. (ID) Colocar Google Analytics no site “Instalação”
  4. Como Funciona o Google Analytics
  5. Acompanhando Google Analytics
  6. Produtos com o Google analytics

1. Criando Conta no Analytics

Ainda não tem um conta no Google Analytics ? certo vamos lá, vou te ensinar a criar um conta da maneira mais fácil que existe, clique aqui no Link da página de cadastro.

Google Analytics

Simples assim Preencha seus dados – > confirme através de email seu cadastro. Caso Também prefira adicione seu email do google que você usa, para que facilite ainda mais.

2. Configurando Google Analytics

Após Logar na sua conta do Google Analytics, você terá uma página inicial como essa, e logo abaixo terá a Opção Administrador, Clique nele.

Google Analytics

Clique em Configurações de Propriedade

Google Analytics

e Preencha os dados do seu site e depois – >

Google Analytics

3. Instalando Google Analytics no site

Se você ainda não tem acesso em uma conta do Google analytics ou já tem, faça o Login aqui ou Cadastre-se.

Após ter total acesso à uma conta no Analytics, será necessário Baixar – >Instalar – > Ativar, um Plugin do WordPress Chamado GA Dashboard for WP (GADWP).

Bom, entre no Plugin em ” Google Analytics – > Configurações Gerais – > Autorize o Plugin” :

Google Analytics

E clique em Obter Código de Acesso.

Google Analytics para WordPress

E faça o Login na Conta Cadastrada e já Configurada e Clique em Permitir ou Allow. Copie um código parecido com o debaixo – > cole na Opção (Código de acesso) mostrado na Figura acima – > Salvar Código de Acesso – > Salvar Mudanças

WordPress Google Analytics

4. Como funciona o Google Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta mais que Poderosa, devido a seu desenvolvimento, mas do ponto de vista aos olhos humanos, quando não sabemos como funciona, ela não é nada.

Essa Ferramenta funciona assim : você instala um código no seu site, como na HeadLine acima, e automáticamente o próprio código contém um único identificador , que já é configurado.

Toda vez que um usuário visitar seu site, o seu navegador vai rodar o código instalado, neste momento, o código carrega todos os dados do seu computador, nas estatísticas do seu site.

Até mesmo com milhões de visitas, sempre acontece o mesmo processo, quantas vezes for necessário. Algumas no entento, muito poucas, não são carregados então não são contabilizados.

Trazendo assim todas as estatíticas, de onde, como, e quanto tempo determinado; tal usuário permaneceu no seu site. Podendo assim você acrescentar ou tirar oque esta te ajudando ou prejudicando.

5. Acompanhando Google Analytics

Uma das primeiras indicações de como o SEO do seu site está fazendo é analisar a quantidade de tráfego que vem para o seu site. No Google Analytics, você pode encontrar a visão geral do seu tráfego na seção Audiência.

Isso indica quantas sessões existem no seu site em um determinado período de tempo. No entanto, isso não diz para você qual parte desse tráfego resulta de seus esforços de SEO. Apenas mostra todo o tráfego para seu site.

Para encontrar o tráfego que vem diretamente dos motores de busca (chamado ‘orgânico’ no Google Analytics), você precisará ir para outro lugar. Essas etapas são todas tomadas no vídeo abaixo. Se você for a Aquisição – > Todo Tráfego, você verá uma lista de fontes de onde o tráfego vem.

Normalmente, o tráfego dos motores de busca (mais especificamente, o Google) é um lugar a ser encontrado no top 3. Encontre os mecanismos de busca que deseja saber sobre o volume de tráfego para – reconhecível como médio = orgânico – e selecione aquelas caixas de seleção.

Se você clicar em “Listas de linhas” depois disso, você obterá um bom gráfico que mostra o tráfego total e linhas em outras cores para as fontes selecionadas.

Se você deseja que uma visão seja mais precisa, você pode clicar no ícone do gráfico de torta para ver números exatos e porcentagens do total.

E se quiser ver todo o tráfego orgânico combinado em um, basta clicar na guia do meio. Claro que você também pode traçar a linha para o gráfico de linha aqui também.

Infelizmente, a guia de palavras-chave orgânica listada na guia da campanha não faz muito mais hoje em dia.
Além de mostrar (não definido), isso mostra apenas onde as pessoas acabam e não fornecem muitas palavras-chave (np = não fornecido).

6. Conectando Produtos com Google Analytics

Nada mais nada menos do que ter mais precisão nos resultados que o seu site esta tendo em Tráfego. Então abaixo mostro como conectar seu Google Analytics à conta do Google Search Console, Adwords, Adsense e Google Ad Exchange.

O primeiro Passo é Clicar em Administrador na barra lateral a sua esquerda:

Search e Google Analytics

e em seguida todos os Produtos

Analytics for WordPress

Veja os produtos de Vinculação

Googles

Analytics

Sim, conecte com um Botão como Analytics cada conta que você possui junta a do Analytics, e cada uma com o passar do tempo vai te mostrar cada resultado.

Pesquisa interna do site

Se você clicar em Comportamento – > Pesquisa do site – > Visão geral, você encontrará uma lista de termos de pesquisa que as pessoas pesquisaram no seu site, usando a pesquisa do seu site.

Este é sempre um bom conjunto de dados para acompanhar também, uma vez que pode lhe dar uma boa idéia do que o seu público espera encontrar no seu site.

Se há algum termo de pesquisa que você ainda não criou uma página, provavelmente é uma boa idéia tentar ajustar uma página sobre esse assunto.

Além disso, dá uma ótima visão nas palavras que as pessoas estão usando. Eles correspondem às palavras-chave que você está usando?

Obviamente, você precisa ter seu Site Search configurado do jeito certo. Você deve habilitar a pesquisa do site e preencher a seqüência de consulta certa para pesquisas.

Taxa de Rejeição

Se você clicar em Comportamento – > Conteúdo do site – > Páginas de destino, você obterá uma lista de páginas pelas quais as pessoas entram em seu site.

As páginas de destino são importantes, porque são a primeira coisa que seus visitantes verão. São literalmente páginas que as pessoas chegam de uma fonte de tráfego.

Uma métrica importante nesta tela é a “Taxa de rejeição”. Esta métrica fornece a porcentagem de pessoas que deixaram sua página de destino sem ter feito nada naquela página.

E apesar de o Google não ter em conta a taxa de rejeição do Google Analytics como um fator de classificação, ele observa como pessoas rápidas acessam o botão Voltar e retornam à página de resultados da pesquisa.

Se preocupe

Então, você quer que os visitantes gastem mais tempo em suas páginas e, de preferência, até se envolvam com seu site. Para ter uma boa idéia de quais páginas têm uma alta taxa de rejeição, clique no ícone Comparação.

Na última coluna, selecione a taxa de rejeição. Isso dará a taxa de rejeição comparada à média do site para todas as suas páginas a partir da página mais visitada.

Qualquer página que tenha uma barra vermelha esteja abaixo da taxa de rejeição média do seu site. Em qualquer lugar entre 0-10% em vermelho é basicamente bom, mas qualquer coisa acima de 20-30% definitivamente deve ser olhada.

Especialmente, se diz respeito a páginas no top 10.

A taxa de rejeição é importante porque diz algo sobre a qualidade do seu tráfego ou a qualidade da página. Tem uma influência indireta no seu SEO.

Se as pessoas retornarem rapidamente aos resultados da pesquisa após um desconforto em sua página, isso significa que eles provavelmente não encontraram o que estão procurando.

O Google leva isso a significar que sua página não é relevante o suficiente para a palavra-chave que a pessoa procurou, e legitimamente.

Monitoramento de SEO específico da página

Se você quiser ver suas análises em um nível por página, você deve ir para Comportamento – > Conteúdo do site – > Todas as páginas.

Aqui você verá as 10 melhores páginas do seu site, classificadas em quantidade de visualizações de página. Se você tem uma página específica que deseja ver, você pode simplesmente preencher o URL (sem nome de domínio) na barra de pesquisa.

Agora você poderá ver os dados dessa página. No entanto, estas ainda são todas as visualizações de página, não especificadas para tráfego proveniente de mecanismos de pesquisa.

Para encontrar o tráfego proveniente dos motores de busca, existem duas maneiras de seguir. O primeiro é através da filtragem dos dados na tabela: você deve clicar no menu suspenso “Dimensão secundária” e clicar em Aquisição> Médio.

Além disso, você pode clicar em Origem / Média se desejar especificar por mecanismo de pesquisa. Clicando na caixa de seleção para o meio “Orgânico” e acertando “Listas de linhas” novamente, lhe dará o gráfico de linhas para o tráfego total e orgânico.

Também lhe mostrará outras fontes de tráfego, o que sempre é interessante. Mais uma vez, se você quer uma visão mais específica, clique no ícone do gráfico de torta.

Comparar as percentagens de tráfego orgânico para a sua página específica com o seu tráfego orgânico total também pode dar uma boa ideia de como a sua página está a fazer.

E obviamente, idealmente, você gostaria de ver uma linha que está subindo (ou pelo menos não para baixo).

Dica:

Para tornar os dados ainda mais claros, você pode adicionar outro filtro (usando a barra de pesquisa) para incluir somente o meio contendo “Orgânico”. Isso lhe dará apenas os dados de tráfego orgânico para cada página.

O segundo caminho a seguir é criar um segmento que inclua apenas o “tráfego orgânico”. Eu adoro segmentos, porque torna o Google Analytics muito mais fácil de usar.

Você pode ler mais sobre meu amor por segmentos na publicação ‘Por usar segmentos no Google Analytics’. O Google Analytics oferece um segmento pronto chamado “Tráfego orgânico”.

Escolha esse segmento da lista e voila, você só verá o tráfego proveniente dos motores de busca. Agora você pode analisar todas as páginas na seção Comportamento e verificar se você vê uma tendência ascendente (ou não).

Obviamente, tudo o que mencionei aqui está relacionado ao monitoramento de seu SEO e na verdade não está encontrando problemas que possam estar relacionados ao seu SEO.

Para encontrar possíveis problemas, sempre observamos muitas coisas, algumas das quais eu vou explicar agora. Essas coisas o ajudarão a encontrar problemas que possam estar relacionados ao seu SEO.

Tráfego de Dispositivos Móveis

Se você for para o público – > Móvel – > Visão geral, você terá um conjunto de dados que mostra quantas pessoas estão entrando em seu site usando uma área de trabalho, um telefone celular ou um tablet.

Mais uma vez, clique no ícone do gráfico de torta para obter uma boa visão de quantos visitantes móveis você tem. Se isso for mais de 10%, você certamente deve ter certeza de que seu site parece ser bom e funciona bem em um telefone celular.

Além disso, se você perceber que sua taxa de rejeição no celular é significativamente maior do que na área de Desktop, isso pode indicar que seu site móvel não é tão amigável.

Como dito antes, o Google está voltando a responder os sites mais e mais a sério e tornou-se um verdadeiro fator de classificação nos resultados de pesquisa móvel, por isso é realmente imperativo que você melhore seu site móvel o máximo possível e continue rastreando isso para o seu SEO.

Velocidade do Site

Ao lado da facilidade de mobilidade, o site agiliza um fator de classificação também. Não só é um fator de classificação, ele também tem impacto na conversão e na usabilidade do seu site.

Verificando o desempenho da velocidade de suas páginas e melhorando, é uma grande vitória para todo o seu site. O Google Analytics possui uma seção especial de velocidade do site que você pode encontrar em Comportamento> Velocidade do site.

Se você clicar em Timings da página, você pode ver o tempo médio de carga da página em comparação com a média do site.

Além disso, você terá uma rápida visão geral das páginas que são “lentas”, então isso imediatamente lhe dá uma lista de tarefas que você precisa para otimizar primeiro. Existem algumas ferramentas de velocidade do site que podem ajudá-lo a otimizar a velocidade do seu site.

O que o tráfego orgânico diz sobre o meu SEO ?

Agora você sabe o que procurar no Google Analytics para ver quanto tráfego você está recebendo dos motores de busca.

Se você não está recebendo muito tráfego dos motores de busca, então isso indica que você precisa trabalhar em seu SEO. Há um grande potencial de tráfego que você pode estar perdendo!

Se você notar que o número de tráfego orgânico está em declínio, então você precisa trabalhar em seu SEO também. Especialmente se o declínio for grande.

Talvez você tenha uma capacidade de rastreabilidade ou outro problema de SEO técnico. Se a diminuição for drástica, todos os sinos de alarme devem ser apagados.

Mergulhe no seu Google Search Console e verifique se você pode encontrar o que está causando o declínio. Se você perceber um aumento no tráfego orgânico, bem feito!

Pense sobre o que você tem feito ultimamente, que pode ter causado esse aumento. Você quer conhecer esses tipos de coisas, porque isso ajudará você a entender melhor seu próprio SEO.

O acima apenas diz como seu SEO geral está fazendo. No entanto, na maioria das vezes, você gostaria de se concentrar em algo mais específico que o seu site inteiro. Você gostaria de se concentrar em uma página ou publicação específica.

Conclusão

Bom, nesse Post te dei inúmeras dicas para melhorar o SEO do seu site. No entanto, como você sabe se essas dicas estão realmente funcionando para você ?

Há uma série de ferramentas por aí que podem ajudá-lo a rastrear seu SEO, mas a maioria delas vai custar-lhe dinheiro. E, no final, obviamente, é apenas aumentar o tráfego do seu site.

Essa ótima ferramenta gratuita que oferece uma grande visão sobre o funcionamento do seu site: o Google Analytics que acabei de te falar !

Quase todo mundo usa isso, mas talvez não seja o seu potencial total. É por isso que, nesta publicação, te expliquei como acompanhar o seu SEO usando o Google Analytics, como instalar, configurar, conectar com search console e muito mais.

Lhe dei instruções passo a passo sobre como encontrar os dados que o ajudarão a rastrear seu SEO usando o Google Analytics.

Por favor, note que o post foi bastante longo, mas oi! É sobre o seu SEO, então provavelmente valeu a pena o seu tempo.

Aqui estão também as Melhores Ferramentas de SEO que uso e recomendo, sem nenhum Custo.

[recent_posts style=”11″ rows=”four” title = “Posts Relacionados” text_excerpt=”Y” mode=”most_recent_posts” posts_num=”4″ selectable_posts=”” text_color=”undefined” hide_author=”” ][/recent_posts]

100% seguro